Sabrina Orlandin | Nutri Materno Infantil

Blog

Cuidados com a bebida alcóolica na gestação

17.Ago

Cuidados com a bebida alcóolica na gestação | Sabrina Orlandin Nutricionista Materno-infantil

Afinal, grávidas podem ou não ingerir bebidas com álcool? Alguns dizem que uma taça de vinho no jantar não faz mal, mas, hoje, eu vou te contar a verdade sobre este delicado assunto.

Leia até o final e descubra se gestantes podem beber e quais são as bebidas permitidas durante a gravidez. Continue Lendo!

Existem riscos durante a gestação?

O álcool é uma substância que pode atravessar a barreira placentária, ou seja, o feto terá a mesma concentração sanguínea de álcool que você. Mas não há motivo para pânico! O fígado do bebê ainda não é capaz de processar o álcool circulante, diferentemente da mamãe.

Porém, isso não quer dizer que você pode beber livremente. O consumo de álcool durante a gravidez é capaz de provocar desordens do espectro alcoólico fetal (DEAF), que é um grupo de alterações que podem surgir nos filhos.

O consumo também pode trazer riscos à própria gravidez.

Mas, e se beber moderadamente?

O que ainda é discutido por inúmeros especialistas é a quantidade mínima de álcool que o feto precisa ser exposto para que esses riscos apareçam.

Com essa incerteza, há alguns médicos que autorizam suas pacientes a beber um copo de cerveja de maneira moderada e esporádica. A explicação é que, por ser indefinido, a probabilidade de o consumo ocasional ser danoso é baixíssima.

Qual a quantidade ideal para que não haja problemas?

Tem algum evento muito especial em sua vida e você sentiu a vontade de beber? Minha indicação é que a bebida contenha cerca de 14 gramas de álcool puro, no máximo. Isso é equivalente a:

• 1 lata de 350ml de cerveja com teor alcoólico de 5%.
• 1 taça de 150ml de vinho com teor alcoólico de 12%.
• 1 dose de 45ml de um uísque ou qualquer outra bebida destilada com teor alcoólico de 40%.

Mas não permita que essas vontades apareçam todos os dias ou com muita frequência.

Para evitar qualquer complicação, indico sempre procurar bebidas e drinks sem álcool. No mercado está cada vez mais comum encontrar cervejas 0 álcool, por exemplo.

Cuide de si e do seu bebê!

Para mais dicas como estas, me siga no Instagram e acompanhe as novidades.

Clique para saber mais!
Receba nossa newsletter!