Sabrina Orlandin | Nutri Materno Infantil

Blog

Chás: quais são permitidos na gestação?

15.Jul

Chás: quais são permitidos na gestação? | Sabrina Orlandin Nutricionista Materno-infantil

Quem me acompanha no Instagram, já me viu falando sobre esse tema tão polêmico.

Para algumas pessoas, o chá é uma bebida indispensável do cotidiano, mas e as grávidas? Como ficam nessa história?

Hoje vou te explicar um pouco mais sobre os cuidados que as gestantes devem ter antes de consumir chás. Continue comigo!

Chás que devem ser evitados

O consumo de chá e ervas, assim como alguns medicamentos, é bastante restrito durante a gravidez.

Isso acontece devido à falta de estudos relacionados a este assunto. Ou seja, se não há pesquisas, não há comprovação científica de benefícios ou possíveis malefícios.

Uma das maiores preocupações que chegam em meu consultório, vem de mulheres gestantes que ficam com medo de ingerir algum dos sabores da bebida e causar algum problema à sua saúde ou a do bebê. Os “chás abortivos” também tiram o sono de muitas mamães.

Para evitar o consumo desses que são considerados “proibidos” na gestação, confira 5 dos principais tipos de chás que você deve passar longe:

1. Chá de hibisco: é capaz de alterar o balanço entre os hormônios estradiol e progesterona, afetando o desenvolvimento do óvulo.

2. Chás com cafeína: entram nesse item os chás preto, branco, mate e outros. Eles aceleram o metabolismo, estimulam o sistema nervoso e podem causar mal-estar, além de palpitações cardíacas.

3. Chá de canela: quando ingerida de forma concentrada ou em excesso, pode ter efeito abortivo. Por isso, evite consumir como suplemento e em chás. Obs: o uso como tempero não oferece perigo se utilizado adequadamente.

4. Chá de hortelã: os efeitos começam em você, através da redução da produção do leite, e refletem no bebê, com a possível insuficiência para amamentá-lo.

5. Chás feitos com determinadas plantas: algumas plantas podem ser nocivas na gestação por possuírem efeitos tóxicos, abortivos e emenagogo, quando consumidas em alta dose, principalmente durante os 3 primeiros meses. Algumas dessas plantas são: sene, arruda, boldo, buchinha-do-norte ou cabacinha, marcela, quina-quina, cravo, aroeira, agoniada, carqueja, arnica, cáscara-sagrada, romã e cavalinha.

Chás que são permitidos na gestação

O consumo de chá acontece, em sua maioria, quando a grávida está sentindo algum desconforto. Pensando nisso, indico chás que fazem bem de verdade e não causam problemas no futuro, quando ingeridos em pequenas doses.

1. Chá de gengibre: natural, ele alivia a sensação de azia ou náusea. Geralmente é consumido durante a manhã, período onde a ânsia de vômito é mais comum.

2. Chá de arando: um dos problemas mais comuns durante a gravidez é a infecção urinária. O arando é uma ótima opção para ajudar na prevenção desse inconveniente tão chato.

3. Chá de ameixa-seca: chás considerados “laxantes” são extremamente perigosos em caso de prisão de ventre. No entanto, a ameixa-seca é uma opção natural excelente para consumo na gravidez.

4. Chás de frutas: mais natural do que uma boa fruta? Desconheço. Além de todos os benefícios já conhecidos, as frutas dão um sabor mais especial ao chá.

Importante

É de extrema importância você consultar um profissional da área para escolher com maior assertividade o chá que poderá beber com segurança.

Gostou das dicas?

Mais dicas e conteúdo como esse você encontra no meu blog. Até a próxima!

Clique para saber mais!
Receba nossa newsletter!