Sabrina Orlandin | Nutri Materno Infantil

Blog

Vitaminas na gestação: saiba quais tomar

23.Fev

Vitaminas na gestação: saiba quais tomar | Sabrina Orlandin Nutricionista Materno-infantil

Quando descobrimos uma gravidez, tudo o que mais queremos é cuidar da nossa saúde e da saúde do nosso bebê.

Diante disso, surgem diversos hábitos (que devem continuar ou se modificar): alimentar-se de forma melhor, repor nutrientes ao corpo e, claro, garantir que todas as vitaminas estejam presentes em nossas refeições para o bom funcionamento do nosso organismo, certo?

Certo! Por isso, durante a gravidez, é essencial que a mulher faça o uso de suplementação de vitaminas, prevenindo o desenvolvimento de anemia e perda óssea, bem como defeitos no tubo neural do bebê, garantindo uma boa formação do feto.

Quais vitaminas são as mais indicadas?

Lembrando que as vitaminas devem ser tomadas de acordo com a orientação do seu médico ou do profissional nutricionista, afinal, a quantidade vai depender de diversos fatores: idade e presença de doenças são um exemplo.

Além disso, destaco que nem todas as mulheres precisam desse tipo de suplementação, no entanto o médico pode indicar como forma de prevenção.

Continue a leitura e veja as principais vitaminas para as mamães e seus bebês.

Vitamina B9: também conhecida como ácido fólico, a vitamina é recomendada por profissionais às mulheres desde o período de planejamento da gravidez.

Esse consumo ajuda a reduzir as chances de a criança desenvolver autismo, no desenvolvimento do cérebro do bebê e na formação de sua coluna e medula espinhal, prevenindo má formação no tubo neural.

Cálcio: é um mineral essencial para a formação dos ossos do bebê dentro da barriga da mãe. Também auxilia na manutenção da pressão do sangue e em sua coagulação, bem como no controle da contração muscular e sua ação na produção do leite materno.

Ferro: quando se está em uma gestação, é natural o aumento na quantidade de sangue circulando no corpo, e o ferro se encarrega de aumentar também a produção de hemoglobina, favorecendo o aporte de oxigênio para o feto e contribuir para seu desenvolvimento.

Também evita o desenvolvimento de anemia, o que acontece com bastante frequência e pode acarretar em parto prematuro e bebê com baixo peso.

Zinco: antioxidante natural que, na gravidez, é responsável pela formação das células de DNA e pela produção dos tecidos no corpo do bebê, além de auxiliar em seu crescimento e desenvolvimento.

Vitamina B: essencial para a formação do feto, agindo na prevenção de má formação e auxilia no desenvolvimento do sistema nervoso.

Para a mulher, a vitamina B6 é útil no controle de enjoos durante o período de gestação, já que ela é considerada responsável pelo controle hormonal no organismo feminino.

Reposição de vitaminas ao natural

A reposição das vitaminas pode ser feita de maneira natural, como, por exemplo, na ingestão de frutas, legumes e verduras verde-escuras, como agrião e couve, leite e seus derivados, vegetais, carnes, ovos, entre outros.

Entretanto, é importante dizer que nem toda mulher consegue absorver todas essas as vitaminas essenciais por meio da alimentação. Nesses casos, o nutricionista pode prescrever suplementos, como destacamos no início deste texto.

Encontre a suplementação certa para você!

Quero ajudar você a assegurar uma gestação saudável e longe de riscos, mamãe. Por isso, para entender as suas necessidades e prescrevendo a melhor dieta e suplementação para que você e seu bebê vivam esses 9 meses com muita alegria, intensidade e saúde, curtindo cada momento.

Que tal marcarmos uma consulta? Clique aqui e agende a sua.

Clique para saber mais!
Receba nossa newsletter!