Sabrina Orlandin | Nutri Materno Infantil

Blog

Colesterol na infância: quais problemas isso gera?

28.Mai

Colesterol na infância: quais problemas isso gera? | Sabrina Orlandin Nutricionista Materno-infantil

Embora seja mais comum na idade adulta, é cada vez mais frequente crianças e adolescentes apresentarem colesterol alto. Isso porque, além da predisposição genética, muito influente nos níveis de colesterol, há forte exposição a condições ambientais desfavoráveis (alimentação inadequada e sedentarismo) que expressam essa genética.

Mas da onde vem este colesterol? Alimentos fonte de colesterol têm menor efeito nos níveis sanguíneos (como no ovo, por exemplo). As gorduras saturadas e trans, estas sim, aumentam o colesterol (fast food, biscoitos industrializados, alimentos ultraprocessados, sorvetes, frituras, entre outros).

Lembrando que nem todo obeso terá colesterol alto, mas muitos magros poderão ter, porque é uma questão de qualidade da dieta e não de calorias.

O que podemos fazer para prevenir o colesterol alto na infância?

Quando a criança tem colesterol alto, a primeira medida a ser tomada é a mudança de hábitos. Seguir algumas dicas pode se tornar aquele detalhe que faltava para que o colesterol esteja em dia com os números desejados para cada idade na infância ou adolescência. Confere alguns pontos que separei para ajudar nesse processo:

• Evitar alimentos como fast foods, biscoitos industrializados, ultraprocessados, frituras, entre outros;
• Consumir alimentos fontes de fibras (aveia, farinha de linhaça, frutas, verduras);
• Utilizar azeite de oliva, óleo de linhaça, óleo de chia nos preparos é muito importante;
• Castanhas, linhaça e chia são ricas em ômega 3, que tem efeito benéfico na redução do colesterol;
• Praticar atividade física regular;
• Amamentar os bebês. Crianças que mamam desenvolvem melhor perfil de gorduras, inclusive na adolescência;
• Deixe frutas em um local de fácil acesso à criança;
• Ofereça mais verduras nas refeições principais;
• Limite o tempo que a criança fica assistindo TV;
• Dê exemplo em casa, tendo uma vida ativa e se alimentando de forma adequada.

Nutrição: como ela pode ajudar você nesse momento

Eu sei que na maioria das vezes é muito difícil para as mamães negarem o pedido de seus pequenos por uma bala, um chocolate ou aquele salgadinho de pacote. Por muitas vezes não querer deixar seus filhos chateados, as mães acabam cedendo ao pedido e entregando esses alimentos, que são extremamente calóricos e nada saudáveis. E claro que não estou falando da proibição, mas sim do excesso. Até porque, de vez em quando, não tem problema dar a eles esses alimentos.

Porém, na maioria dos casos, o que se vê são as crianças comendo muitas vezes na semana, seja doce, industrializados, fast foods ou frituras. E estes alimentos são os principais responsáveis pelo colesterol alto, além de causarem uma série de outros problemas, como diabetes, doença renal, artrite idiopática juvenil, obesidade e pressão alta.

Por isso, a alimentação saudável e controlada continua sendo a principal fonte de saúde para um bom colesterol, principalmente na infância. E eu posso lhe ajudar nesse processo, indicando os melhores alimentos, as melhores medidas a se tomar e como tornar a vida do seu pequeno mais saudável.

O que você acha? Fale comigo por Whats e agende uma consulta!

Clique para saber mais!
Receba nossa newsletter!