Sabrina Orlandin | Nutri Materno Infantil

Blog

Como saber se o bebê está com fome ou saciado?

16.Nov

Como saber se o bebê está com fome ou saciado? | Sabrina Orlandin Nutricionista Materno-infantil

Toda mãe se preocupa com o crescimento de seu bebê e quer nutri-lo da maneira correta, seja com o leite materno ou com outros alimentos. Por causa disso, muitas vezes pensamos que ele comeu muito pouco e queremos dar mais comida.

Mas, na verdade, mesmo sem se comunicar verbalmente, as crianças de todas as idades dão sinais claros de fome e também de saciedade. Ao aprender a observá-los, conseguimos oferecer a alimentação nos momentos corretos.

Confira a seguir algumas dicas sobre como identificar essas necessidades!

O que os bebês podem comer?

Antes de mais nada, é importante esclarecer quais os tipos de alimentos que as crianças pequenas podem consumir.

Até os seis meses: nessa faixa etária, a recomendação é oferecer exclusivamente o leite materno. Em exceções, quando a mãe por algum motivo não consegue amamentar, deve-se seguir as recomendações do pediatra.

A partir dos seis meses: o leite materno deve continuar sendo protagonista, mas já se deve começar a incluir outros alimentos, com preferência por frutas in natura e preparos caseiros em consistência pastosa.

Com o passar dos meses, o cardápio e a textura da comida oferecida podem e devem variar, mas é essencial que as crianças menores de 2 anos não consumam açúcar, nem ultraprocessados.

Sinais de fome e saciedade

Até 6 meses: quando estiver com fome, o bebê chora e se inclina para frente quando a colher está próxima, segura a mão da pessoa que está oferecendo a comida e abre a boca. Se a mama for oferecida, a criança fará movimentos com a boca e mão em direção ao seio da mãe.

Os sinais de saciedade são virar a cabeça ou o corpo na direção contrária da comida, empurrar a mão de quem está oferecendo, parecer angustiada e chorar.

Entre 7 e 8 meses: o comportamento que indica a forma é inclinar-se para a colher ou o alimento e pegar ou apontar para a comida. Quando satisfeito, come mais devagar, fecha a boca ou empurra o alimento, e fica com a comida na boca sem engolir.

Entre 9 e 11 meses: quando está com fome, o bebê aponta ou pega os alimentos, e demonstra alegria quando vê a comida. Os sinais de saciedade são os mesmos da faixa etária anterior.

Entre 1 e 2 anos de idade: nessa idade, a maioria das crianças já se comunica verbalmente, mas, além da fala, podem demonstrar a fome combinando as palavras com gestos, para expressar vontade por alimentos específicos, e, também, mostrando e apontando para o que deseja comer. Quando estão satisfeitas, balançam a cabeça, dizem que não querem, saem da mesa ou brincam com a comida e jogam-a longe.

Estar atento aos sinais é importante, mas, eles não são uma regra rígida. Cada criança terá sua maneira de se comunicar, podendo apresentar apenas um desses comportamentos ou diversos. Também é importante lembrar que o desenvolvimento é algo único, portanto, se seu filho já estiver em uma das idades indicadas mas não apresentar esses sinais, não se desespere! Esses números são apenas estimativas e médias de quando as crianças começam a ter essas características.

Acima de tudo, nunca force-o a se alimentar se já estiver satisfeito. Além de poder levar a problemas de saúde, ao associar comida com obrigação, ele estará criando uma relação negativa com a alimentação.

Saiba mais sobre a fase de introdução alimentar

Para conhecer mais sobre esse período complexo, mas essencial, do desenvolvimento de qualquer criança, conte com ajuda profissional! Entre em contato comigo para mais informações a respeito da nutrição infantil.

Clique para saber mais!
Receba nossa newsletter!