Sabrina Orlandin | Nutri Materno Infantil

Blog

Gravidez e calor: dicas para um verão com mais conforto

09.Jan

Gravidez e calor: dicas para um verão com mais conforto | Sabrina Orlandin Nutricionista Materno-infantil

Temperatura lá em cima, sol, férias e descontração. Tudo isso é sinônimo de verão, certo? Mas, quando o assunto é gravidez e calor, não é sempre assim. Muitas vezes o termômetro lá em cima pode trazer desconfortos, dificuldade para dormir ou outros problemas para a gestação, inclusive com alterações no organismo da mamãe. Para que o verão não seja um problema, hoje vamos falar sobre gravidez e calor, dando dicas de como superar todas essas dificuldades e passar pela estação mais quente do ano com mais conforto.

Mas, antes, é importante falar também sobre quais são esses sintomas e desconfortos, ajudando você a identificá-los para, então, saber o que fazer para amenizar a situação. Continue lendo!

Problemas relacionados a gravidez e calor

Bom, primeiramente, é natural que você, gestante, sinta mais calor nessa época, uma vez que seu metabolismo está mais acelerado devido à gravidez. Junto a isso, as altas temperaturas de um país tropical também são responsáveis por trazer uma série de desconfortos, entre eles:

- Inchaço: o aumento da temperatura faz com que a pressão arterial caia, resultando em uma maior retenção de líquido e aquele já conhecido “inchaço”.

- Além disso, a pressão baixa também pode causar tonturas e desmaios, exigindo muita hidratação e uma alimentação regulada;

- Dores de cabeça também são comuns quando falamos de gravidez e calor; entre as dicas, é evitar o sol, ingerir muita água e reduzir o consumo do sal, que pode acarretar em mais retenção de líquidos.

- A aparição de melasmas na pele também é comum nessa época, com manchas surgindo no rosto e outras partes do corpo. Essencial a presença do protetor solar cm FPS nessa época, além do uso de chapéus e muita, muita hidratação com água, água de coco e frutas.

Dicas para uma gestação mais tranquila no verão

Agora que já identificamos alguns desses sintomas, a pergunta é: como resolvê-los? Além de, como bem destacado acima, não esquecer da hidratação do corpo (com água, frutas, água de coco etc.), existem outras dicas muito eficazes e fáceis de diminuir os desconfortos quando o assunto é gravidez e calor. Confira!

Use roupas confortáveis

Se você está passando por uma gravidez, provavelmente já tenha aderido a roupas mais leves e folgadas, e aqui a dica é reforçada. É hora de abusar dos vestidos leves, bermudas largas – que não apertem a barriga – e blusas mais soltinhas. Nessa hora, o conforto é sua melhor arma para evitar problemas no calor. Invista em tecidos naturais, como o algodão, e fique longe dos que dificultam sua transpiração, como os sintéticos.

Evite mudanças bruscas de temperaturas

No verão, é comum o uso de ar-condicionado e alternativas que diminuam a sensação de calor. Entretanto, na gestão você está com sua imunidade mais frágil, devendo evitar mudanças bruscas de temperatura, como a passagem de ambientes com ar-condicionado e ambientes extremamente abafados. Além disso, muito ar gelado pode causar o ressecamento das vias aéreas superiores. Boas dicas são investir em um umidificador de ar, toalhas molhadas ou até mesmo uma bacia com água e gelo no ambiente.

Alimente-se bem!

Aqui, as dicas não são especificamente sobre o que, mas sobre onde comer. No período de gravidez e calor, a atenção com a procedência dos alimentos e sua higiene deve ser redobrada. Por isso, evite alimentos consumidos fora de casa, recuse sucos que não são preparados com água filtrada ou mineral e evite, a todo custo, alimentos vendidos por ambulantes na praia.

Além dessas, existem muitas outras dicas para um verão mais tranquilo e com menos desconfortos, acabando de vez com o conflito entre gravidez e calor. Para ter um acompanhamento completo durante sua gestação, entre em contato comigo e conheça meus serviços!

Clique para saber mais!