Sabrina Orlandin | Nutri Materno Infantil

Blog

Saiba como acostumar a sua família a comer alimentos mais saudáveis

26.Nov

Saiba como acostumar a sua família a comer alimentos mais saudáveis | Sabrina Orlandin Nutricionista Materno-infantil

Mudar os hábitos alimentares é uma das principais transformações quando nos tornamos pais ou avós. Afinal, quando um bebê passa a ser parte da família, os pais e avós serão as suas principais influências e seus principais exemplos. Por isso as mudanças são necessárias: é a partir das atitudes dos responsáveis que o pequeno passa a ter os seus próprios hábitos alimentares.

Essa é a principal importância dessa mudanças. Se você, como pai, mãe, avô ou avó, seguir uma dieta nada natural e nada saudável, cheia de doces e gorduras que não fazem bem ao corpo, a criança será influenciada e passará a entender que aquilo é o ideal a se comer, quando na verdade, não é. E certamente será mais difícil para conseguir fazê-lo entender que as comidas certas a se consumir não são exatamente àquelas e sim as saudáveis e naturais.

A importância de apoiar a mãe durante a gestação

Uma mãe que pode contar com o apoio dos avós e do pai do bebê até mesmo durante a gestação com certeza conseguirá prosseguir com uma boa alimentação durante os 9 meses. Esse apoio se torna fundamental para que a mãe possa criar hábitos mais saudáveis. É importante que esse apoio seja o principal pilar da família durante a gestação, auxiliando na saúde da mamãe e também do pequeno, uma vez que uma alimentação saudável ajuda no desenvolvimento e crescimento do pequeno e também no bom funcionamento do organismo da mãe.

Mas não é somente a dieta da mamãe. Papais e familiares que convivem com a mãe até mesmo na gestação e se alimentam de forma mais saudável auxiliam os bebês a se tornarem mais saudáveis. É que isso pode interferir no bem-estar e na saúde mental dos filhos após o nascimento e também porque a dieta de uma geração pode afetar a próxima.

Por isso, em especial aos futuros papais e mamães: revejam seus hábitos alimentares, pois eles são transportados para o feto, mesmo dentro da barriga. Mas o vovô e a vovó também devem atentar-se para apoiar a mamãe durante a dieta da gestante e, se possível, adotar uma alimentação mais natural, para que assim todos vivam sob hábitos alimentares saudáveis.

A dieta pós-gestação merece ainda mais atenção

Após o nascimento da criança, os hábitos alimentares saudáveis devem ser ainda mais cuidados e mantidos pelo resto das vidas. Não é segredo que o nascimento muda completamente a vida de uma família. A rotina se transforma, porém, a dieta com alimentos saudáveis deve ser mantida mesmo após a vinda do pequeno.

Lembrem-se de que o bom desenvolvimento infantil também será gerado a partir das escolhas dos pais e avós também. Por isso, é necessário que o primeiro exemplo venha dos responsáveis.

Ter uma alimentação saudável sem grandes restrições e incentivar a criança a ter uma imagem corporal positiva, buscando saúde e qualidade de vida é fundamental. Essa é uma forma de fazer com que a criança cresça saudável, longe de problemas como transtornos alimentares e obesidade infantil.

É por isso que todos unidos em prol dessa atitude vão auxiliar a mãe a criança nesse processo de alimentação saudável, além de também aderirem para si mesmos uma vida com mais saúde. Quer saber mais sobre como ter sucesso nesse processo? Entre em contato comigo!

Clique para saber mais!